Tempo Florianópolis

Blog


A história da nossa sede

Sede Social

Na década de 1980 ocorreu uma grande transformação de um dos Clubes de Futebol mais tradicionais do Sul da Ilha, na comunidade do Campeche.

A Sociedade Esportiva e Recreativa Campinas, mais conhecido como Campinas, transfere sua Praça de Esportes da Estrada Geral do Campeche (Avenida Campeche), localizado nos fundos da atual Pousada Tamarindo para a Rua Pau de Canela, número 1847.

O campo de futebol foi inaugurado em 1982. Porém em 1980 dá-se o inicio da construção de sua Sede Social em sistema de mutirão e inaugurada em 1981. A área construída era de 80m². Em 1984 e 1985 teve sua ampliação, contando agora com 136m² de área construída.

Nesta etapa foram construídos e ampliados os banheiros Masculino e Feminino ; colocação de piso de tacos de madeira; um palco para apresentação das bandas de músicas nos bailes, bem como melhorias no bar interno.

A Sede Social da SER Campinas era uma das poucas áreas de lazer da comunidade do Campeche nas décadas de 1980 e 1990. Ali eram realizados os famosos bailes de casais (vanerão) que atraía muita gente da região do Sul da Ilha. Era ali também que aos domingos a noite a juventude se encontrava para as famosas discotecas, que eram os bailes de juventude mais comuns e frequentados daqueles tempos. Estas atividades não se limitavam apenas aos associados, mas eram abertas à comunidade em geral.

Ser sócio do Campinas, como é até hoje carinhosamente reconhecido, era motivo de muito orgulho. Pagar suas mensalidades constituía em colaborar com o seu crescimento e desenvolvimento e ainda ser beneficiário de uma série de atividades de esporte e lazer.

Os que não jogavam futebol poderiam se encontrar para um carteado, um jogo de dominó ou sinuca, ou mesmo para um bom papo de fim de semana. As festas de fim de ano em sua Sede Social era um dos eventos mais aguardados por seus associados.

A Sede Social ainda era frequentada para aulas de Capoeira e aulas de Ballet para as crianças da comunidade em geral.

Após duas décadas de pleno funcionamento e já se fazendo necessária uma ampla reforma de manutenção e modernização o que não aconteceu por falta de recursos financeiros, a Sede Social foi aos poucos sendo subutilizada.

A última intervenção realizada se deu no ano 2004 que foi a troca das janelas de veneziana que estavam apodrecidas, por janelas modelos basculantes com vidraça.

Com poucas áreas de lazer na comunidade faz-se necessário a revitalização deste espaço e para isso nos últimos tempos e na atual gestão administrativa, tem se buscado formas de arrecadação de fundos para tal empreitada. Tomara em breve possamos novamente dizer com orgulho: Fui me divertir na Sede do Campinas.

Este breve relato histórico foi construído com a participação especial de Lídio João das Chagas, que nos últimos treze anos de sua vida se dedicou arduamente como Presidente na manutenção e organização de nosso eterno e querido Campinas.

Hugo Adriano Daniel Professor/Historiador.

Comentários


Comentar: